AMOR...A BASE DE TUDO NA VIDA!

AMIGOS QUE NÃO DÃO PENA, DÃO ORGULHO!

Venha e junte-se a um grupo de amigos que já participam do blog e se preocupam com o nosso país, com as nossas crianças, com a natureza, com os idosos e também com os animais. Faça essa "corrente pra'frente" e se gostar das postagens, COMENTE.Aqui você FAZ A DIFERENÇA! Sejam muito bem vindos!

AMIGOS INCENTIVADORES DO BLOG "BRASIL DÁ PENA" :

domingo, 29 de julho de 2012

PROFISSÕES INEXISTENTES(OU QUASE)NO JAPÃO

Vivendo há algum tempo na terra do sol nascente, a gente passa a conhecer a cultura e o modo de vida dos japoneses. Para quem é brasileiro nato(como eu), a chegada ao Japão logo de cara, a gente logo sente a imensa diferença da vida do nosso amado Brasil, a começar com as luvas que todos os motoristas de táxi utilizam em seus itinerários, além do quepe. Mas isso era apenas um pequeno detalhe. Se no Brasil eu me estressava com o trânsito e os buzinaços, aqui eu achava muito estranho não ouvir ninguém buzinar, mesmo com o trânsito parado.Quanta paciência e disciplina! Coisa de Japão mesmo, pensava eu comigo. Mas uma coisa que hoje me chama a atenção aqui, são algumas profissões(ou pseuda profissões)que existem no Brasil. Vou mostrar algumas e explanar um pouco do "porquê" que elas inexistem aqui no Nihon...

1º - Empregadas Domésticas


Se no Brasil, ter uma empregada doméstica em alguns casos é um luxo, aqui no Japão esse profissional praticamente inexiste. Tanto nas famílias de classe média,ou classe média/alta, e até mesmo na família Imperial, nunca se teve o hábito de ter empregados para as tarefas de faxina ou mesmo de cozinha. Quem faz esse serviço geralmente são os membros da família, encabeçados pela figura da mulher, que em muitos casos é quem controla o orçamento da casa. Já na família Imperial, obviamente ninguém pode imaginar o Imperador Hiroito com uma vassoura nas mãos, contudo lá pelas bandas do castelo japonês, uma empresa é contratada para executar uma vez por semana, as tarefas de limpeza. 

 2º - Flanelinhas ou Guardadores de Carro


No Brasil, quantas e quantas vezes você já desistiu de ir a algum evento, por não ter onde estacionar o carro ou mesmo por não ter confiança de deixá-lo sob a guarda de um flanelinha? Isso é um problema de toda grande cidade brasileira....Mas e aqui no Japão? Como é?
Pois é meus amigos, esses moços com caras de pedintes e com uma flanela surrada nas mãos, aqui no Japão não teriam vida. Carros aqui existem aos milhares, só  para vocês terem uma ideia, da população ativa japonesa, da idade entre 18 e 65, há o incrível percentual de 93% de pessoas que possuem veículos. No caso dos estrangeiros,  basta o primeiro salário do mês para se comprar um bom veículo e ainda sobra dinheiro para se passar o mês. Mas há um problema maior. A carta! E obter a licença japonesa, temos que ter paciência e perseverança, pois não é muito fácil não. Tirei a minha tendo que ir ao Brasil e passar por seis tentativas. Ufa, consegui!!! Aqui JAMAIS se pode estacionar veículos nas ruas como aí no Brasil. Existem estacionamentos por todas as cidades japonesas. Você chega, estaciona,fecha o carro e vai embora...A disciplina e paciência são virtudes japonesas. Flanelinha? Pergunte para um japonês...Ele vai pensar que é apenas aquele pano amarelado que serve para limpeza.

3º - Porteiros de Fábricas


Ah!!!Se no nosso querido e idolatrado Brasil pudesse ser assim...Quanta maravilha!!! Aqui as fábricas japonesas não existem muros altos, nem guaritas com vigias, guardas, porteiros, nada disso. Há um livre acesso de quem chega e sai. São contados nos dedos as empresas com alguém na porta, querendo saber aonde você vai. Isso se aplica apenas e tão somente aos grandes grupos e conglomerados japoneses e obviamente, às empresas de segurança e que manipulam valores ou objetos de valor, como joias e artes por exemplo.Fora isso, "irashai mase",ou melhor...SEJA BEM-VINDO!

Bem, muitos hão de pensar, mas isso são coisas de país de primeiro mundo, no Brasil não tem jeito de mudar isso, etc. e tal. Tudo bem, fiz este post não propriamente para fazer comparações, sei perfeitamente que ainda temos muito a aprender. Nossa cultura e nossa educação ainda não nos permite sermos um país do futuro. No dia em que um governo assumir o Brasil, e colocar como projetos prioritários a EDUCAÇÃO e a diminuição da VIOLÊNCIA, aí sim, poderemos vir a imaginar que o país seja igualado ao Japão, pelo menos em alguns bons aspectos.


domingo, 22 de julho de 2012

O FIM DE UM NEGÓCIO PRÓPRIO E UMA SAUDADE...


"Melhor uma cabeça sem dor na cabeça e uma carteira assinada, do que propriamente um negócio próprio"...Que pena! Que pena BRASIL! O Blog que intitulei UM BRASIL DE TANTAS E TANTAS PENAS, teve um dos subterfúgios do nome, o fato de eu ter um dia tentado um negócio próprio. Vim tentar a sorte no Japão em outubro de 1994. Voltei à passeio ao Brasil em setembro de 1995 e em dezembro de 1997. E pensei em voltar em definitivo com a família em setembro de 2001. E observem a coincidência um tanto quanto esquisita. Viajamos aqui do Japão ao Brasil(SP) dia 6 de setembro de 2001, pelo voo 704 da American Airlines, via o trecho Los Angeles,EUA/São Paulo/SP. E uma semana depois, aconteceu o atentado de 11 de setembro que todos conhecem. E uma das rotas do atentado fazia o trecho Los Angeles/Washington, e com um dos aviões da AI. Cruz credo se tivesse marcado minha passagem para uma semana depois.

Mas voltamos ao Brasil e pensando que  nós, não mais retornaríamos ao Japão. Tínhamos uma certa economia e dava muito bem para tentarmos um negócio próprio.E assim fizemos! Assim, nasceu a Morango Vídeo Locadora.


Antes dessa empreitada, nos anos 90, eu também tentei ser um microempresário no ramo de propaganda visual.Nem preciso me prolongar para vocês, o "porque" que não deu certo.Pois eu e milhões de brasileiros fomos "golpeados" pelo plano Collor, pelo confisco de nossa poupança. Mas deixemos para lá, águas passadas não movem moinhos.Afinal sou brasileiro, "não desisto nunca".

A locadora de vídeo, em 2002, ainda era um ramo rentável. Era um entretenimento salutar, e foi por esse aspecto que resolvemos investir com a família. E o começo era tão formidável, tão excitante...
Ficávamos eufóricos quando recebíamos os lançamentos e colocávamos aos nossos clientes.E o que dizer então quando recebemos da Warner o filme "O Senhor dos Anéis"...




(Na foto, eu com lançamentos nas mãos, tendo ao fundo meu filho Raffa,já se familiarizando com o programa de locadora que instalei no meu PC).
     

No começo, tudo era uma maravilha. A cada mês fazíamos um rol de bons clientes e nem queiram imaginar como era fascinante essa relação dono/cliente. Ali a gente construía, além de clientes, amigos e nosso erro foi pensar que aquilo era um ramo instável e para sempre.



(A esposa Sandra, checando a nossa carteira de clientes)



(Na foto, eu e logo atrás, o cartaz da linda Jennifer Lopes, uma das minhas atrizes preferidas)

Somente quem teve uma locadora de vídeo e gostava do ramo, sabe bem do que estou falando.Meados de 2004, os primeiros sinais do enfraquecimento do ramo se mostrava com a queda vertiginosa da carteira de clientes.Parece que alguns sumiram da loja...Aonde estão nossos clientes? Pois é, para a nossa tristeza, constatamos que a pirataria, com aquele "novo" comércio informal de oferecer o filme de porta em porta(ou de bar em bar por todas as cidades brasileiras) acabaria por "minar" o ramo das locadoras de vídeo.

Infelizmente, tivemos que fechar as portas. Partimos para outro ramo, mas não deu certo.E aí veio a ideia do retorno ao Japão.
Mas a nossa locadora nunca saiu de nossa memória, como também não sai a lembrança de um mascote que tínhamos e que era praticamente o "xodó" da turma. Desejo apresentar à vocês, o nosso saudoso BOLINHA...


(Nosso gato persa,  legítimo...Não parece de pelúcia?)
                                              
(Olá!Eu me chamava BOLINHA!)

                          
(Eu era o mascote da Morango Locadora!)
(Ficava ali, de plantão, tomando conta da locadora do Papi Rubi e da Mami Sandra)
(Hoje vivo no céu, como a minha Mami diz, "virei estrelinha"...).

Pois é meus queridos amigos, hoje contei para vocês, um pedaço, um pouco de minha trajetória, dessas idas e vindas, desse nosso mundo de encontros e desencontros e de uma saudade de um negócio que um dia tivemos, que idealizamos com muito carinho e muito amor, mas que acabou, não por nossa culpa, mas sim pelos caminhos diferentes que a lei da sobrevivência nos impõe.
Saudade também de um amigo e companheiro de 4 patas, que gostava imensamente de brincar com uma tampinha de creme dental e com barbante. Realmente era um gato bonito e portentoso...Oxalá BOLINHA, que você esteja bem em qualquer esfera ou dimensão desse mundo celestial.

Hoje, vivendo aqui no Japão, temos a presença dessa vez de uma gata, que muitos de vocês conhecem, que é a nossa querida Nina, do blog "Denguinho da Nina". Que por sinal, mês que vem vai comemorar o seu primeiro Ano de Blog.Quem não conhece ainda e desejar visitar, fiquem à vontade.

                     

(Olá!Me chamo NINA!Não quero substituir o BOLINHA. Quero apenas
                       preencher o vazio da ausência dele).

Desejo um ótimo e maravilhoso domingo, e uma semana de muita paz e saúde para todos! Fiquem com o Bom Deus! Sempre! Beijos,
Rubi.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

OS "DIAS" DOS AMIGOS...


O dia 20 de julho, é considerado o "Dia do Amigo" no Brasil. E na maioria dos países, desenvolvidos ou não, uma data como essa além de não ser lembrada, muitos nem se preocupam em comemorar ou em marcar num calendário.No Japão, particularmente, comemora-se as amizades com o chamado "Valentines Day", onde em março e abril há uma troca de presentes, normalmente chocolates, que o homem presenteia a amiga ou namorada e depois há a reciprocidade.
Eu gosto de meus amigos, independente das datas dos calendários.Por isso que acredito que os amigos na vida da gente, virtuais ou não, não tem apenas "um dia" para a gente lembrar, e sim tem os 365 do ano, ou em anos bissextos, tem 366.
Nos dias atuais, fica muito difícil a gente construir e conservar as grandes amizades. Mas acho que se a gente tiver um pouco de boa vontade, tiver perspicácia e principalmente amor fraterno no coração, a gente cultiva e preserva uma grande e sólida amizade.
Eu gosto e admiro os meus amigos. Como já disse uma vez aqui, eu não tenho muitos amigos, talvez conte com os dedos das mãos...Só que em alguns momentos, fico me perguntando, se eu tive culpa em perder os amigos que tive, que se afastaram, ou se dispersaram., ou se esses amigos é que fizeram por onde para que a amizade esfriasse ou se perdesse nos labirintos do tempo...

Aqui no Blog, posso dizer de coração aberto, tenho nos meus mais de 400 amigos, uma "Família Quatrocentona" que parte dela interage comigo. Contudo, tenho um carinho todo especial por "um time" de amigos,como se fosse uma equipe do goleiro ao ponta esquerda, com um banco de reservas à altura do time principal. Não vou nominar os nomes, pois tenho certeza que as amigas/e ou amigos que estão nesse time, sabem que me refiro à elas.

Assim, o chamado "Dia do Amigo" nesse dia 20 de julho, para mim, tem valor sim, mas tem mais valor se eu puder pensar ou lembrar dos amigos em todos os outros dias do ano. Faça chuva ou faça sol, os amigos estarão sempre dentro do meu coração. Sempre!

Um "beijo amigo" para todos!
Rubi.


p.s.-Informo aos amigos que enviaram seus endereços para o envio do CD de MP3, que já soltei o segundo lote e que dentro desses dias estarei enviando o número do registro da encomenda, para que assim, possam(caso desejem) acompanhar o trâmite da chegada da encomenda aí no Brasil.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

EMAIL´S GELADOS...CARTAS COM CALOR!






Tempos atrás, mais precisamente nos anos em que Bill Gates ainda "sondava" um jeito de colocar em prática um sistema operacional que "ligasse" de uma certa forma as pessoas -  fato que somente ocorreu em 1995, com o lançamento do Windows 95 - eu com esse jeito aventureiro de procurar amigos, buscava nas revistas da época, "amigos por correspondência".

Eu me lembro que a primeira vez que coloquei um anúncio, foi na Revista PLACAR, onde existia uma página de troca de correspondência entre amigos. Depois foi na revista CONTIGO, "Cantinho da Amizade"!
Na época, ainda residindo em Belém, mantive contatos com dezenas de amigos. E por cartas!
Cartas que iam...cartas que vinham e a gente ficava esperando o carteiro na porta de casa. Nossa alegria era tanta com o volume das cartas na mão dele, e a nossa tristeza ou desencanto quando não tinha nenhuma.

A juventude de hoje não sabe bem o que é isso. Eles estão mais ligados no Facebook e na caixa de email do hotmail ou de outro site de correio eletrônico. Tudo isso é natural, ainda mais se eu disser que no meu tempo de moleque ou de adolescente, jogava peteca, bolinha de gude, empinava papagaio, rodava pião, e nos finais de semana ia às chamadas "tertúlias" nos finais de tarde de domingo para curtir Barry White, The Bee Gees, Donna Summer, Comodores, Stylights, e a minha musa Tina Charles. Na época, o que a gente transava, nada mais era do que um "cuba libre".

Hoje, parte dessa juventude "um pouco transviada", curte as baladas, o funk, os games de luta, onde em alguns, o "game over" é quando se MATA o adversário., os joguinhos do Face., as músicas de duplo sentido, e parte dessa mesma juventude ainda  acha careta a poesia, o amor às pessoas ou aos animais...Mas tudo bem, não pretendo recriminar aqui essa parcela da juventude. Talvez(ou com certeza!) eles tenham sido  "seduzidos" pelos altos conceitos de tecnologia e/ou  modernismo dos tempos atuais. O que fazer, se eu nasci nos finais dos anos 50 e eles nos tempo do "tio Bill"!...

Mas eu ainda acredito na amizade! E no tempo em que eu escrevia uma carta! Ahhh!!Que tempo bom!!!Eu me lembro com muita saudade quando me debruçava na minha escrivaninha de jacarandá, e pegava no meu papel de cartas decorado. Ao lado, eu tinha uma caixinha com figurinhas do "Amar É..." E também, tinha a minha inspiração de poeta. E adorava escrever as frases de Exupéry do livro "O Pequeno Príncipe"...Também deixava o velho rádio ligado com músicas que expressavam sempre uma mensagem de amor, de otimismo, de amizade...

Tem vezes que penso que deveria ter nascido nos anos 20.,.. Para poder ter vivido mais intensamente uma vida mais romântica, de mais amor, de mais compreensão, de mais amizade, de mais fraternidade, de menos violência e de menos egoísmo...

Tudo bem, vivo em 2012. Tenho que conviver com o meu mundo atual, com a família, com os amigos, com a tecnologia, mas discordo de uma coisa...
AMIGOS VIRTUAIS! O que seria o termo "virtual"?


Significado de Virtual


adj. Que não se realizou, mas é suscetível de realizar-se; potencial.
Física. Imagem virtual, aquela cujos pontos se encontram no prolongamento dos raios luminosos que emergem de um sistema óptico.
Ainda não usado, mas passível de sê-lo: palavras virtuais.
Quase completo; praticamente total: um virtual idiota.
Objeto, imagem virtual, aquele cujos pontos se encontram sobre o prolongamento dos raios luminosos.
Partícula virtual, partícula elementar de vida curta demais para ser detectada.
Realidade virtual, simulação de um ambiente real por meio de imagens de síntese tridimensionais.
(Fonte - Dicionário Online da WEB).


Bem, essa é uma das definições do termo virtual. Então qual seria o termo daquelas amizades que eu procurava fazer por cartas naqueles tempos?
Não tem definição a não ser o de "fazer amigos". Vocês repararam que nesses últimos tempos, tem se rotulado muitas coisas em nosso país. Bulling!  Homofobia! MST! Avc! entre outros.No meu tempo, todas essas coisas tinham um outro significado, menos complexo e de menos teor político e social.

E o que dizer da nossa caixa de correio? Não o da casa, que recebe quase que continuamente apenas os impostos e as contas. Mas o da nossa conta de email ! ? Correntes ou textos colados com dezenas, ou centenas de destinatários dizendo que o camarão ingerido com vitamina C mata! Ou mesmo aquele outro dizendo para ajudar aquela criança com doença degenerativa ?

Resumindo, sou saudosista dos tempos das cartas e do romantismo perdido., otimista de que mesmo nos tempos atuais a gente ainda pode construir e fazer uma boa amizade pela internet. E se a maioria das pessoas no mundo não escrevem mais, não serei eu a escrever no "vácuo" da tecnologia e esperar em vão pela presença do carteiro amigo. E viva Bill Gates, que me dá a chance agora de escrever "friamente" para vocês.(Agora,aquele que souber "sentir" o calor humano dessas minhas palavras,com certeza me entendeu e sabe perfeitamente  o que eu quis dizer com o post).

NOTA:
Nesta semana que passou, já enviei à alguns amigos a encomenda do CD de MP3 com as músicas que indicaram.Ao lado, na lateral direita, vocês podem ver que coloquei o link direto dos CORREIOS, de setor de RASTREAMENTO DE ENCOMENDA. 
Coloquem o link em seus "favoritos".Assim que a encomenda entrar no sistema internacional, enviarei o número de registro para que assim, possam acompanhar o andamento da entrega da encomenda no Brasil. Qualquer dúvida,fineza me contatem pelo meu email pessoal.


Uma semana abençoada e de  muita luz e paz para todos!
Um beijo amigo,

Rubi.

domingo, 8 de julho de 2012

DISCO MP3 - UFA!!!DEU TRABALHO,MAS VALEU A PENA!





AMIGOS, SÃO GOTAS DE PAZ NO MUNDO

Hoje finalmente, trago aos queridos amigos do Blog, o resultado de um trabalho que começou no dia do meu post AMIGOS SÃO COMO MÚSICA, mais precisamente dia 26 de maio passado. Foram quase quarenta dias que intercalados com o meu trabalho no Japão, fui pesquisando as músicas que mais de cinquenta amigos me enviaram as suas indicações. 
Tive que em alguns momentos, optar pela inclusão de algumas canções ao vivo, que apesar da acústica ser um pouco deficiente, mesmo assim, foram adicionadas, pois entendo que este trabalho que fiz e que será enviado aos amigos que enviaram seus endereços, não tem cunho de um profissional de som, e sim, de um amigo que gostaria de firmar a interatividade aqui no blog.
Foram compiladas ao todo, sessenta e quatro músicas.Nacionais, internacionais, românticas, pop, rock, sertanejo, samba canção e confesso que fiquei surpreso com o resultado. Saiu um repertório bem eclético, de muito bom gosto, e de acordo com as afinidades das pessoas amigas que participaram e entenderam o espírito do meu projeto.

Assim, agradeço de coração aos amigos:
NANE/ISABEL RAMALHO/GIOVANA SCHNEIDER/KELLEN BITTENCOURT/TELMA PEREIRA/EDINALDO DOMINGOS/CHICA/CÉLIA MARIA(FENIX 27)/BETH/IZILDA ARIEL/LU NOGFER/CARLA FERNANDA/MAURÍCIO HIRASE/RITA/ANA DE GEO/ANGELA YOKOWAMA/MARLY BASTOS/MARIA HELENA(LELÊ)/MERI PELLENS/VIVIAN/ELAINE AVERBUCH/BANDYS/SIMONE MARTINS/LUNA DI PRIMO/RENATA DINIZ/ANI/MONICA LIMEIRA/LEH/ELEN LACKNER/ROSANGELA RIBEIRO/MARLENE DE GOÉS/MARIANGELA/PATRÍCIA GALIS/DANIELLE CASTALDELLI/SANDRA MITSUE/KINHA(BELÉM)/TATIANA LINS/TUNIN/DEL RODRIGUES/CLÉO(FILHA DO REI)/ANINHA/MARIA CECÍLIA(FLOR)/MANUELA BARROSO/MARIA ZUI/FELISBERTO NAGATA(FÊ)/CARLA REGINA/PATRÍCIA(PATI CARICATURAS)/VERA LÚCIA/MARIA PARAGUASSU/ELISA T.CAMPOS/LENA LIMA/NINA(100% GATA)/ANNE KATHERINNA/JUVIANA(JU)/MÁRCIO COUTO(CAMUFLADOS)/EDILENE/DAIANA HATANO/LAURA.

Foram vocês, especialmente vocês, que me deram o motivo maior de poder concluir este trabalho. Nesta segunda,dia 09 de julho, começo a enviar paulatinamente aos amigos que já me enviaram seus endereços, o cd por encomenda registrada aqui do Japão.

Aos constantes da relação acima, que não enviaram seus endereços, caso desejem receber o mimo do blog, poderão enviar seus endereços para o email:
valentebrasil@hotmail.com

Valendo frisar novamente, que nunca deverão enviar dados pessoais por comentários, isso por questões de privacidade e segurança.

Agora sim, fiquei mais tranquilo para poder continuar postando assuntos da atualidade brasileira, da política, dos casos escabrosos que diariamente vem à tona, de poder falar de poesia, da natureza, de animais, e por falar nisso, dia 10 próximo, tem niver no Denguinho da Nina, minha gatinha linda de estimação.

Um ótimo final de semana para todos! Fiquem com o Bom Deus! Sempre!
Um Beijo amigo,
Rubi.