AMOR...A BASE DE TUDO NA VIDA!

AMIGOS QUE NÃO DÃO PENA, DÃO ORGULHO!

Venha e junte-se a um grupo de amigos que já participam do blog e se preocupam com o nosso país, com as nossas crianças, com a natureza, com os idosos e também com os animais. Faça essa "corrente pra'frente" e se gostar das postagens, COMENTE.Aqui você FAZ A DIFERENÇA! Sejam muito bem vindos!

AMIGOS INCENTIVADORES DO BLOG "BRASIL DÁ PENA" :

sábado, 28 de abril de 2012

SENNA - UMA MAIORIDADE DE SAUDADES INFINITAS



Dia 1o. de Maio de 1994, domingo. Eu morava em S.Paulo, e coloquei o despertador para me acordar um pouco antes das 9 da manhã. Aos domingos, quando havia corrida de Fórmula 1, parecia um ritual em minha casa - que por coincidência, ficava  bem ao lado do Autódromo de Interlagos - e ia com meus filhos, na época ainda pequenos, para frente da tv assistir a corrida.

Na verdade, a gente não ia  assistir a corrida propriamente...A gente se "maravilhava" com a impetuosidade e coragem de nosso tricampeão AYRTON. A gente ia na verdade assistir era as ultrapassagens maravilhosas e fantásticas de AYRTON. A gente ia para frente do televisor era pra ver o nosso ídolo, nosso mago, nosso tricampeão único e de um talento que parecia inverossímil,nosso AYRTON.

Nunca, nenhum outro ídolo defendeu tão bem as cores do nosso Brasil. Nunca uma outra celebridade "vestiu" tão condignamente as cores da nossa Bandeira Brasileira. AYRTON tinha orgulho e batia no peito em dizer que era brasileiro. Desculpem, me perdoem. Mas tenho que escrever que era um BRASILEIRO com letras maiúsculas, ele era um BRASILEIRO que tinha a coragem, garra e perspicácia em vencer obstáculos, vencer barreiras, vencer corridas e adversários.


Na época dele, havia outros bons pilotos, como Prost, Mansell e Piquet. Mas nenhum deles, por mais talentos que tivessem, tinham tanto carisma e imensa identificação com os amantes do automobilismo não só no nosso Brasil, mas também no mundo todo. AYRTON era o MELHOR de todos.THE BEST!



E nosso AYRTON passou a se diferenciar dos outros, passou a se tornar nosso ÍDOLO MAIOR, quando passou a expor suas opiniões sobre diversos temas, com frases marcantes, em especial aquelas sobre auto-estima, otimismo, perseverança, coragem,etc. Ele consciente dos problemas sociais do Brasil, criou a FUNDAÇÃO AYRTON SENNA, que até hoje desenvolve projetos para crianças carentes. Ainda penso que se todos aqueles que muito tem, como empresários, artistas e esportistas em geral, fizessem o que o nosso AYRTON fez( e faz,já que a fundação hoje é administrada por sua irmã, Viviane Senna) com certeza o nosso país seria bem melhor e com um pouco menos de pobreza.

O nosso AYRTON tinha um lado família que poucas pessoas conheciam. Nessa foto, eles comemoravam o primeiro contrato de AYRTON, em 1984, para pilotar o carro da pequena equipe Toleman. E hoje, por ironia do destino, o primeiro da foto,à esquerda, é Bruno Senna, que hoje é piloto da equipe Williams, a mesma em que o nosso AYRTON defendeu pela última vez e num fatídico primeiro domingo de maio.


Vou confessar para vocês, nunca chorei tanto por alguém que não fosse de minha família, como chorei naquele primeiro domingo de maio de 1994. Mas "pera aí" gente, AYRTON quando fazia a gente acordar todo domingo quando havia corrida para assisti-lo na tv, era como se fosse nosso IRMÃO BRASILEIRO defendendo as nossas cores lá fora...E era maravilhoso e de arrepiar quando ele ganhava as corridas e lá vinha o Galvão Bueno bradar em alto e bom som..."NA PONTA DOS DEDOS, AYRTON, AYRTON, AYRTON SENNA DO BRASIL...DE PONTA À PONTA".

Nunca em nosso país, um funeral, uma morte de alguém de imensa simpatia e identificação causou tanta comoção e tanta tristeza. Eu assistia pela tv(a mesma tv que eu acompanhava a trajetória vencedora e gloriosa de nosso PILOTO MAIOR desde 1984) e parecia não acreditar em tudo aquilo que eu via ali. O corpo de nosso ídolo percorria em um carro de bombeiros pela Avenida 23 de Maio...Eu me lembro, que naquele exato momento, eu subi para o andar de cima de meu sobrado em Interlagos e fiquei a olhar para a pista do Autódromo, e dali daquela minha casa dava para ver perfeitamente a curva do "S" do circuito onde AYRTON tantas vezes passou. Nesse dia, já na segunda-feira, dia 2 de maio, São Paulo e o Brasil parou. Eu nem fui trabalhar e acho que muitos como eu também não foram. O país estava de luto! Acho que nessas horas é que a gente fica pensando que Deus chama para si as pessoas do bem.

A seguir, inseri esse vídeo da Globo, do programa do Globo Repórter, apresentado por Roberto Cabrini, onde achei fantástico o final, em que Galvão Bueno retrata e "cala" a boca de alguns jornalistas europeus, que queriam insinuar que o nosso AYRTON estava com medo de correr aquele Grande Prêmio de Ímola, na Itália. Peço que os amigos assistam até o fim e tirem suas conclusões.Medo? Essa palavra simplesmente não existia no dicionário de AYRTON. Vencer, e vencer sempre, era sua maior "CORRIDA"...

E agora, nesse dia 1o. de Maio de 2012, estamos completando UMA MAIORIDADE de SAUDADES PLENAS de nosso AYRTON SENNA DO BRASIL. São 18 anos de uma saudade que para mim, deixaram  uma marca insofismável. Aliás, DUAS. Hoje a FÓRMULA 1 já não tem mais graça e NUNCA, em momento algum dessa vida, haverá um outro AYRTON SENNA.

UMA IMENSA PAZ PARA VOCÊ CAMPEÃO! ONDE QUER QUE VOCÊ ESTEJA, ESTEJA COM DEUS, POIS TEMOS CERTEZA QUE VOCÊ FOI CHAMADO POR ELE...SAUDADES!!! SAUDADES!!! SAUDADES!!!




Postar um comentário