AMOR...A BASE DE TUDO NA VIDA!

AMIGOS QUE NÃO DÃO PENA, DÃO ORGULHO!

Venha e junte-se a um grupo de amigos que já participam do blog e se preocupam com o nosso país, com as nossas crianças, com a natureza, com os idosos e também com os animais. Faça essa "corrente pra'frente" e se gostar das postagens, COMENTE.Aqui você FAZ A DIFERENÇA! Sejam muito bem vindos!

AMIGOS INCENTIVADORES DO BLOG "BRASIL DÁ PENA" :

domingo, 29 de julho de 2012

PROFISSÕES INEXISTENTES(OU QUASE)NO JAPÃO

Vivendo há algum tempo na terra do sol nascente, a gente passa a conhecer a cultura e o modo de vida dos japoneses. Para quem é brasileiro nato(como eu), a chegada ao Japão logo de cara, a gente logo sente a imensa diferença da vida do nosso amado Brasil, a começar com as luvas que todos os motoristas de táxi utilizam em seus itinerários, além do quepe. Mas isso era apenas um pequeno detalhe. Se no Brasil eu me estressava com o trânsito e os buzinaços, aqui eu achava muito estranho não ouvir ninguém buzinar, mesmo com o trânsito parado.Quanta paciência e disciplina! Coisa de Japão mesmo, pensava eu comigo. Mas uma coisa que hoje me chama a atenção aqui, são algumas profissões(ou pseuda profissões)que existem no Brasil. Vou mostrar algumas e explanar um pouco do "porquê" que elas inexistem aqui no Nihon...

1º - Empregadas Domésticas


Se no Brasil, ter uma empregada doméstica em alguns casos é um luxo, aqui no Japão esse profissional praticamente inexiste. Tanto nas famílias de classe média,ou classe média/alta, e até mesmo na família Imperial, nunca se teve o hábito de ter empregados para as tarefas de faxina ou mesmo de cozinha. Quem faz esse serviço geralmente são os membros da família, encabeçados pela figura da mulher, que em muitos casos é quem controla o orçamento da casa. Já na família Imperial, obviamente ninguém pode imaginar o Imperador Hiroito com uma vassoura nas mãos, contudo lá pelas bandas do castelo japonês, uma empresa é contratada para executar uma vez por semana, as tarefas de limpeza. 

 2º - Flanelinhas ou Guardadores de Carro


No Brasil, quantas e quantas vezes você já desistiu de ir a algum evento, por não ter onde estacionar o carro ou mesmo por não ter confiança de deixá-lo sob a guarda de um flanelinha? Isso é um problema de toda grande cidade brasileira....Mas e aqui no Japão? Como é?
Pois é meus amigos, esses moços com caras de pedintes e com uma flanela surrada nas mãos, aqui no Japão não teriam vida. Carros aqui existem aos milhares, só  para vocês terem uma ideia, da população ativa japonesa, da idade entre 18 e 65, há o incrível percentual de 93% de pessoas que possuem veículos. No caso dos estrangeiros,  basta o primeiro salário do mês para se comprar um bom veículo e ainda sobra dinheiro para se passar o mês. Mas há um problema maior. A carta! E obter a licença japonesa, temos que ter paciência e perseverança, pois não é muito fácil não. Tirei a minha tendo que ir ao Brasil e passar por seis tentativas. Ufa, consegui!!! Aqui JAMAIS se pode estacionar veículos nas ruas como aí no Brasil. Existem estacionamentos por todas as cidades japonesas. Você chega, estaciona,fecha o carro e vai embora...A disciplina e paciência são virtudes japonesas. Flanelinha? Pergunte para um japonês...Ele vai pensar que é apenas aquele pano amarelado que serve para limpeza.

3º - Porteiros de Fábricas


Ah!!!Se no nosso querido e idolatrado Brasil pudesse ser assim...Quanta maravilha!!! Aqui as fábricas japonesas não existem muros altos, nem guaritas com vigias, guardas, porteiros, nada disso. Há um livre acesso de quem chega e sai. São contados nos dedos as empresas com alguém na porta, querendo saber aonde você vai. Isso se aplica apenas e tão somente aos grandes grupos e conglomerados japoneses e obviamente, às empresas de segurança e que manipulam valores ou objetos de valor, como joias e artes por exemplo.Fora isso, "irashai mase",ou melhor...SEJA BEM-VINDO!

Bem, muitos hão de pensar, mas isso são coisas de país de primeiro mundo, no Brasil não tem jeito de mudar isso, etc. e tal. Tudo bem, fiz este post não propriamente para fazer comparações, sei perfeitamente que ainda temos muito a aprender. Nossa cultura e nossa educação ainda não nos permite sermos um país do futuro. No dia em que um governo assumir o Brasil, e colocar como projetos prioritários a EDUCAÇÃO e a diminuição da VIOLÊNCIA, aí sim, poderemos vir a imaginar que o país seja igualado ao Japão, pelo menos em alguns bons aspectos.


28 comentários:

Edilene disse...

Duas realidades distintas! O Brasil tem muito que caminhar ainda, e do jeito que está acho que nunca alcançar o nível do seu atual país.


Rubi, chegou o cd, lindo! Amei seu carinho com os amigos. Muito bom ouvir, dá uma sensação de aconchego, sinto cheiro de amizade nele. Parabéns pela ideia e por ser um amigo assim tão sensível, inteligente e educado.

Beijos

Aninha disse...

Oi amigo Rubi,que história ein?!!
Quem dera que aqui no Brasil fosse assim,se bem que da empregada domestica creio que abrir mão não seria uma boa idéia,rsrsrsrs apesar que to sem nenhuma a grana ta curta rsrs!!!
Parabéns pelo post grande abraço e fique com Deus,tenha uma semana abençoada!!!

http://aninhavitoriosa.blogspot.com.br/

Camuflados disse...

Olá, Rubi !
Muito bom o novo design do blog, ficou leve, agradável, você conseguiu uma "casamento" entre as cores que transmite uma energia relaxante muito agrdável. Muito bom.

E sobre o Japão e os brasileiros uma curiosidade :
Atualmente, o Brasil possui a maior população japonesa fora do Japão do mundo, são pelo menos 1,5 milhão de pessoas.

O acordo concretizado entre Brasil e Japão foi favorável aos dois países, o primeiro precisava de mão-de-obra para a produção do café e o segundo devido à falta de trabalho e pobreza que se estabelecia em algumas localidades do país.

Após um século da chegada dos primeiros grupos de imigrantes japoneses no Brasil o que tem acontecido é o processo contrário, ou seja, brasileiros descendentes migram para o Japão, esses são denominados de dekasseguis.

Hoje no Japão vivem pelo menos 300.000 mil brasileiros descendentes de japoneses que muitas vezes acompanhados dos cônjuges migram para o Japão com intuito de trabalhar nas indústrias em grande parte dos casos.
Os brasileiros estão em terceiro lugar entre as etnias que compõe a população japonesa, superados somente por coreanos e chineses.

O caminho inverso realizado por brasileiros é impulsionado pelas sucessivas crises econômicas ocorridas no Brasil, poucas oportunidades, baixos salários, com isso buscam em outra nação uma melhoria nos rendimentos.

A política migratória japonesa concede permissão de ingresso no Japão para brasileiros descendentes para o trabalho legal por um razoável período de tempo.

O perfil dos brasileiros ou dakasseguis presentes no Japão é de pessoas com relativo grau de instrução escolar ou acadêmico, no entanto, são encaminhados por meio de agências ao trabalho em indústrias que produzem automóveis e eletrônicos, esses executam elevadas jornadas de trabalho recebendo ordenados baixos em relação ao custo de vida japonês.

Mesmo com todas as adversidades relacionadas ao trabalho e à queda do crescimento econômico japonês ainda é grande o fluxo de dekasseguis que se dirigem ao Japão.

Os dekasseguis representam para o Brasil entrada de capitais, pois segundo o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) esses imigrantes são responsáveis pelo envio de aproximadamente US$ 2 bilhões para o país somente em um ano.

Um abraço, Márcio Couto

Isabel Cristina Viana Ramalho disse...

olá Rubi. Muito interessante este post. É bom conhecermos a cultura de outros países. Olha, realmente o que o Brasil precisa é investir em Educação e Segurança. Sobrevivemos e não vivemos neste país, infelizmente. Graças a Deus, moro numa cidade de interior, com 40 mil hab., mas quem mora em grandes cidades está ficando doente. Não é seguro andar na rua, trabalhar e muito menos ficar em casa. Pelas notícias de jornais e TV podemos perceber isso.
Sem contar com o vandalismo, a depredação do patrimônio público e privado, o tráfico de drogas, a prostituição infantil, e por aí vai...
O Brasil precisa de socorro e urgentísimo!

Beijo, Rubi.
Uma semana ilumindada para ti.

Isabel Ramalho

http://baudaarteira.blogspot.com/

Eva Sabbado disse...

Amigo Rubilar, obrigada pela sua visita, me alegrou a noite de domingo. Quanto chão temos ainda a percorrer até chegar nesse patamar, onde é responsabilidade de cada um garantir o bem estar do outro, não há tantas diferenças de nível social e cada um faz a sua parte, mais ou menos isso, adorei o seu enfoque de hoje, vc sempre nos faz pensar, saio sempre mais grave, mas também mais lúcida da realidade, grande abraço e uma semana bacana prá vc e sua família.

ELAINE disse...

Meu amigo querido! Adorei o post! Concordo com tuas considerações ao final e assino embaixo! Hoje tem post novo! Obrigada pelo carinho e pela presença amiga, sempre constante no blog.... Infelizmente não consigo visitar a todos como gostaria..... Então peço desculpas se, por vezes, me demorar um pouquinho mais a aparecer.... Mas... com certeza voltarei! Dia 02 de agosto, quinta-feira, terá novo post também!
Uma semana feliz e cheia de oportunidades! Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Maria Helena Mueller - Lelê disse...

Oi Rubi!
Gostoso saber dos costumes de uma terra tão distante.
Duro é ter que concordar contigo que para chegarmos perto de atos tão civilizados, nosso Brasil precisa de EDUCAÇÃO!
FELIZ SEMANA!!!
Beijos Amigo, Lelê.

Bandys disse...

Oi Rubi,

Adorei saber as diferenças entre Brasil e Japão.

Uma feliz semana

Abraços

Ana de Geo disse...

Oi, amiguinho!
Vim agradecer a visitinha lá no cantinho. Fico muito feliz quando vc aparece. Mas que bravo vc é, viu? Tascava logo fogo! Me acabei de rir com o seu comentário, até parece que vc, um lorde, ia sair pisando na jaca daquele jeito! kkkkkkkkkkkkkk
Sobre o post sobre o cd, eu te mandei um e-mail com o endereço, você não recebeu não? Claro que quero, vou adorar tê-lo em minhas mãos. Beijos!

Elen Lackner disse...

Querido amigo : tus datos y escritos son muy buenos, tus comparaciones con Brasil, son excelentes, todo lo admiro, pero permíteme decir algo : todo lo bello del mundo no se podrá nunca comparar ni alcanzará a las personas que viven en Brasil, son simpáticos, amables, y esa maravillosa alegría que tienen desde el poderoso al más humilde, ¡¡¡¡¡¡" ÉSTO ES EJEMPLAR"!!!!!! besos .ELEN .

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Querido amigo Rubi,
Viemos agradecer a visitinha e dizer que adoramos a sua postagem
Tenha uma abençoada semana e tudo de melhor!!
Um grande abraço para tí e afagos para a linda gatinha Nina
Com Carinho de
Verena e Bichinhos

Anônimo disse...

Rubi! Estou aqui perplexa, extasiada, admirada por ler esse post. Sabe, eu tenho uma paixão "louca" pela cultura oriental que parece coisa de outras vidas! Sou patriota. Brasileira que gosta das origens. Mas, meu marido brinca que nasci no país errado, tamanha a minha admiração, especialmente, pela cultura japonesa!!! Graças à sua experiência posso saber mais sobre um povo de costumes que me instigam tanto. Gostei demais do post.

Meu amigo que eu admiro cada vez mais. Para além do muito obrigada, me falta palavra à altura da minha gratidão pela sua amizade. Vê-lo na minha casa nova é um prazer. E ainda mais vê-lo na casa materna! Bom demais. Só pela presença exalando carinho, basta. As visitas não as conto em número, mas sim na qualidade de sempre. Sei que é difícil, por vezes, conciliar tudo. Compreendo. Feliz mesmo é com a sua amizade, consideração, atenção. Respeito demais essa amizade. Uma vez mais, muito obrigada.

Sobre o link-me, você me alertou para um equívoco. Quem fez o visual do blog para mim, também inseriu um código que "protege" imagens. Ela sugeriu e eu aceitei. Porém, isso compromete o link-me que eu deveria ter alterado para banner. Agora corrigi. Porém, nem o banner se consegue copiar, exceto pelo Print. O fato é que vou te enviar o banner para o mesmo e-mail que enviei o endereço para o CD. Daí a imagem poderá ser inserida como gadget e o link do blog. Estou enviando agora mesmo a imagem. Caso não chegue, por favor, me avise.

Abraço apertado, forte, agradecido e amigo!

Carla Regina disse...

Ai,ai(suspiros) meu amigo,ainda não perdi a esperança não sabe,um dia a gente chega lá,infelizmente nossa geração não chegará a ver essa mudança,o que é uma pena,pois eu queria muito...o governo tem que fazer a parte dele,mas o brasileiro é muito paradão,conformado com muita coisa,isso me irrita muito,pq se a gente não lutar,o governo tb não vai se mexer,concorda?!
Nó,eu tenho que mandar um e-mail com meu endereço né,me desculpe,mas tô numa correria,quase não entro na net,vou fazer isso agora,imagina se vou ficar sem meu CD,de jeito nenhum :)
Ah,ficou ótimo o novo layout do blog!
Beijos amigo,parabéns pela postagem,tenha uma ótima semana!

Anônimo disse...

Rubi! Voltei porque não resisti esperar até amanhã! O tão esperado presente chegou!!! O meu CD, o nosso CD!!! Cheguei agora da casa dos meus pais e encontro em casa essa surpresa!!! Ficou lindo demais. Tudo lindo, capa, mensagem e a coletânea de muito boa música. Temos cantores preciosos nessa coletânea, hein?!! Estou ávida por ouvir muito! Adorei o cartão em forma de barco! Muito sugestivo navegar nas boas águas da amizade ao som de boa música. Super feliz com o presente, Rubi! Obrigada mil vezes!! Beijos!

Kellen Bittencourt disse...

Oiii amigo, em primeiro lugar gostaria de dizer que já recebi o cd cheguei de viagem ontem e ele já estava aki, ameiiiiiii de paixão, no fim desta semana vou falar a respeito do presente no Blog, muito obrigado e parabéns pelo trabalho de qualidade que vc fez, fiquei encantada de verdade! Obrigado! Qto a postagem quem dera se no Brasil fossemos assim tão evoluídos a ponto de não termos guaritas e flanelinhas, até mesmo as empregadas domésticas, eu não tenho e faço tudo com muito prazer em casa! Adorei Abraçoooooosss

Tunin disse...

Rubi, meu amigo, lendo-te senti que nasci no país errado. Que delícia de se viver! Silêncio, educação, cortesia é tudo que passa por uma boa personalidade. Amo o meu país, mas não acredito que ele um dia possa pensar e viver como o Japão, face aos nossos "bons" políticos.
Fale sempre das diferenças, pois isto nos enriquece muito.
Abração.

Elisa T. Campos disse...

Oi Rubi

Infelizmente é triste saber que nós brasileiros estamos num país que deixa muito a desejar.
Está cada vez mais difícil viver aqui.
Cada dia que passa a violência aumenta. A ponto de temer se expor muito em todas as situações.
Oxalá tivesse aqui pelo menos a metade da disposição e empenho que os governantes desse país investe na qualidade de vida.

Uma linda semana
Um grande abraço.

Patrícia disse...

Oi, Rubi
E incrível como as diferenças daí pra cá são alarmantes!
Sabe que enraizado isso mesmo, qdo morei em SP frequentei a casa de uma amiga, cujo seus avós eram japoneses daquele q mesmo morando no Brasil a anos não falavam nada de português . Todos da família dela mesmo já estando na 3 geração e tendo condições financeiras, nunca tiveram empregada doméstica.
Acho admirável todo esse zelo por cuidar de suas próprias casas e saberem administrar.Eu por exemplo não saberia viver sem a diarista q e ajuda, minha vida seria um caos kkkkk não saberia como me organizar
Gostei q do escreveu
Nossa cultura e nossa educação ainda não nos permite sermos um país do futuro.
E isso vai perpetuar , infelizmente!
Não sou pessimista e sim realista.
Amigo, recebi seu presente no Sábado e fiquei tão feliz, ficou lindo curti ver vários amigos em comum e seus gostos... adorei o origami eu li a carta e tb o cartãozinho rosinha, muitíssimo obrigada. Já coloquei lá no meu blog qdo puder venha conferir o q fiz kkkkk. Gr abraço e fica com Deus

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde!
Tudo bem?
...é... para variar..às vezes torna-se difícil acreditar que é possível...
a comparação do que se vê nos seus escritos nos torna, brasileiros, cada vez mais crédulos que a única ponte que separa o Ocidente do Oriente é a chamada Tudo é Possível...se houvesse política séria, menos corrupção, etc etc etc etc...
Boa quarta feira!Quinta feira!
Abraços
fui...

Mariangela disse...

Oi Rubi!
Seu blog é muito lindo e interessantíssimo!
Uma pena que o nosso país seja
tão atrasado, em matéria de educação, saúde e em vários outros aspectos.
Mas eu acredito que deva haver uma luz ao fim do túnel!
Eu creio que tudo ainda possa melhorar!
Obrigada e parabéns!
abraço!
Mariangela

Orvalho do Céu disse...

Olá, Antônio
Cada País tem o seu linguajar típico e a gente até ri do nosso...
Seja abençoado e feliz!!!
Abraços fraternos de paz

Evanir disse...

Hoje com o coração muito apertado
com a alma triste pelo afastamento
do menino poeta enamorado da (LUA)
Um poeta que conta as estrelas
da sua janela .
Vai deixar uma grande lacuna não só
no meu coração.
Mais a todos que ama seus poemas
e o carisma que trata todos nos.
Minha homenagem ao meu maior idole
esta na postagem.
Vai se afastar sim:deixando seu livro
um grande legado para quem conseguiu um exemplar.
E seu exemplo que jamais vou esquecer
Como esquecer de quem tanto me apoia
de quem eu tanto amo.
Virei poeta para homenagea-lo .
Um abençoado final de semana beijos paz e luz.
Evanir..

Kellen Bittencourt disse...

Oii amigo, passando novamente p dizer que hj fiz uma postagem falando do presente carinhoso que enviou, qdo puder passa p ver tá! Abraços Segue o link da postagem http://www.trilhamarupiara.com/2012/08/pequenas-felicidades-10-um-presente-que.html

Ju disse...

Oi meu amigo Rubi...
Eu estou bem e você, como está?
Adorei as postagens sobre as profissões no Japão...
E olha o CD chegou, eu fiquei muito feliz... Não sei como agradecer ao seu carinho, dedicação...
Vá no meu blog, que fiz uma postagem especialmente pra você...
Bjus!!!

Magia da Inês disse...

¸.•♫°`♡彡
É muito interessante!
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil
¸.•♫°`♡彡✿⊱╮

vaal mc disse...

oi tudo bom? descobri seu blog por acaso..morei no japao..adorei o seu post sobre os empregos inesistentes heheh é bem isso msmo..morro de saudades de pais..eu amo o japao e se um dia deus me der esse presente de poder retornar eu ficarei muito feliz e grata ..eu tenho um blog tb de uma passada la ..sinto que seremos bons amigos heheh bjus e fica com deus
http://diariodeumalupicavaal.blogspot.com.br/

Rosangela Ribeiro disse...

Oi Rubi, passando para deixar um abraço e Desejar Um Oyimo Final de Semana. Beijos

Anônimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ acheter cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis generique
http://prezzocialisgenericoit.net/ vendita cialis
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis