AMOR...A BASE DE TUDO NA VIDA!

AMIGOS QUE NÃO DÃO PENA, DÃO ORGULHO!

Venha e junte-se a um grupo de amigos que já participam do blog e se preocupam com o nosso país, com as nossas crianças, com a natureza, com os idosos e também com os animais. Faça essa "corrente pra'frente" e se gostar das postagens, COMENTE.Aqui você FAZ A DIFERENÇA! Sejam muito bem vindos!

AMIGOS INCENTIVADORES DO BLOG "BRASIL DÁ PENA" :

domingo, 30 de outubro de 2011

LINDOS OLHOS DO ORIENTE...SEMPRE ELES!

Photobucket


Teus olhos!!! Um certo mistério neles existe...
Tem momentos que os vejo felizes,
N'outros, os sinto tristes.


Que outros olhos,
Conseguem descobrir meu tédio
Em noites de frio intenso ?
Você tem esse discernimento,
E nesse momento,meu corpo tem
O teu corpo, com cheiro bom de incenso...


Que outros olhos,
Vêem  meus defeitos, e sem querer ser juiz 
Ou posseiro, os definem corriqueiros ?
Feliz de quem te conhece, que vive no
Teu mundo célebre, de conceitos
Múltiplos e inteiros...


Que outros olhos,
Tem o vislumbre de me oferecer o mel
Junto com o belo corpo, de poucos
Ou nenhum defeito ?
E eu me penitencio nesse desejo,
Me torno menino com o teu beijo,
Momento sublime, momento perfeito...


Que outros olhos,
Podem descobrir segredos recônditos
Em outros olhos intrínsecos e sofredores ?
Percebo que você me despe,
Meu orgulho é quem se perde
E eu sou teu,por completo e sem pudores...


Que outros olhos,
Possuem esse "feeling" único
Em sentir que meus olhos se entristecem
Em ver que você se sente só ?
E de um jeito doce e sútil,
Eu te explico que dentre mil
És o meu bem melhor...


Que outros olhos,
Possuem de Deus,  convencimento
De seu melhor invento ?
Você! Um ser que me surpreende,
Com gestos lúcidos e perenes 
E um indivisível sentimento...


Que outros olhos,
Percebem um sol em pleno inverno
De um jeito único neste folhetim ?
Você é o vento que vem do norte,
Você é o meu trevo de sorte
Você é o melhor de mim...


Que outros olhos,
Possuem esse rio de otimismo
E um forte poder de fé ?
Você é tudo isso que vislumbro,
Um mundo, no meu submundo
Um doce de codinome mulher...


Que outros olhos,
Tem prenúncios do oriente,
Tem perfume envolvente,
Tipo lírios do sudeste ?
Com você,
Vivi um sonho de menino,
Fui feliz, ciente e peregrino
Por tudo o que de  bom me destes...


Que outros olhos,
Conseguem dizer de um jeito mudo
Que o ser humano  é surdo
E que vive em retrocesso ?
Você me disse em mil momentos,
Que o elixir do mundo é o tormento
E quem dele bebe é o progresso...


Que outros olhos,
Tem esse poder de me desinibir
Nesses meus versos de modesto burguês ?
Pois é! Me fizestes escreve-los
Sem o emprego de um item,
Do nosso rico português...


Que outros olhos,
Possuem esse feixe de luz,
Um brilho que me seduz
Me entorpecendo o interior ?
Você é o sol do meu outono,
Motivo de noites sem sono
Você é tudo! Semente e flor!


Reis, príncipes ou feiticeiros.,
Todos se rendem com o esplendor
Dos teus olhos, puros e belos...
Enfim, termino esses versos que fiz
Onde você foi diretriz,
Dos meus sonhos exíguos e singelos !!!


(Rubi Valente, 30/10/2011)


Nota: Atentem que não utilizei no poema acima, em nenhum momento, a letra "A".







18 comentários:

Anne Katherinna disse...

Que lindo meu amigo, esse poema tem todos os predicados do que uma alma de poeta pode realizar.Lindo,lindo,lindo...parabéns inclusive pela inovação de não utilizar a letra A, muito criativo e inteligente de sua parte.Bjos pra vc e família !

Anônimo disse...

Olha muito difícil usar tantos predicativos para um amado olhar sem usar o A de amor!
Poetou muito bem o olhar da musa outonal.
Beijokas doces e obrigada pela visita e comentário sr Valente.
Sigo-te.

Maria Marçal disse...

Irei utilizar este "comentário", antes afirmando do belo poema,para dizer que me sinto feliz porque comungamos de um mesmo projeto: trazer a consciência de que não vivemos num Brasil de ordem e progresso,mas podemos - pela vontade de recuperar a honra do País - servir de ferramentas para sua conquista.

beijos,Maria Marçal - Porto Alegre - RS

Mila Noya disse...

Obrigada pela escolha, e pelo comentário, caro Vicente.

Gostei muito do seu cantinho e de sua iniciativa.
Estrei sempre por aqui.

Um abraço.

Rita disse...

Vim agradecer pela visita,e dizer
que seu Blog é lindo e gratificante
belos textos,e esse poema é maravilhoso...Qdo vc postar os seus me avise,assim se me permitir
postarei um no meu tópico de poemas
Mais uma vez obrigado,meu amigo
Abraços com carinho ...RITA!

Voltarei sempre!!!!

Rita disse...

Vim agradecer pela visita,e dizer
que seu Blog é lindo e gratificante
belos textos,e esse poema é maravilhoso...Qdo vc postar os seus me avise,assim se me permitir
postarei um no meu tópico de poemas
Mais uma vez obrigado,meu amigo
Abraços com carinho ...RITA!

Voltarei sempre!!!!

Cida disse...

Realmente, fazer um poema sem usar a minha letra (A), deve ser bem difícil. Parabéns pela proeza!


Obrigada pela visita, e pelo lindo poema que me deixou de presente.
:)

Tenha uma excelente semana.

PAZ & LUZ!

Cid@

Sandra Mitsue disse...

Oi Ru..
Lindo poema!Parabéns pela proeza de rimar e não utilizar a letra "a".
Seria eu a musa inspiradora desses olhos com prenúncios do oriente??? rs....
Beijos!
San....

Maura Theobald disse...

Olá Rui!

Parabéns pelo belo poema e por incrível que pareça sem a letra A!

Obrigada pela visita, fiquei super feliz e cá estou visitando o seu.

Acho que o que tenho de melhor em mim é o amor por escrever e descrever meus amores... desamores...

Grande beijo da maura*

Antonio Rubilar B. Valente disse...

Agradeço de coração a visita dos amigos e também pela participação ao blog.Continue prestigiando, aqui no meu cantinho você é e sempre será muito especial.Um beijo para todos!
Rubi Valente

@ Escritora disse...

Olá!

Gostei dos seus textos, já estou por aqui.

Obrigada pela visita

Saudações

Anônimo disse...

Olá Rubi!
Primeiramente venho dar-lhe as boas vindas ao meu recanto!..
Aceitando o seu convite.. estou aqui a visitar seu cantinho.. muito bacana tudo por aqui e fiquei impressionada com o poema.. magnifica sua forma de escrever e muito fantástica sua criatividade e dom em conseguir fazê-lo sem o uso da letrinha "a".. isso que é talento hein?! :)

Beijokinhas super em seu coração..
Verinha

*Patricia* disse...

Um poema maravilhoso, já estou seguindo seu blog, gostei do que vi por aqui, que Deus abençoe seu trabalho e que o blog cresça cada vez mais.

Anônimo disse...

Ser olhado sem "olhos de posseiro"... gostei!

Um Toque de Afeto disse...

Olá Rui...

Parabéns pela maestria que escreves o poema sem a letra"A",falas do "sentir" que é mais forte que somente o "ver".
Seja sempre Bem Vindo, volte sempre que quiser. E já te sigo também.
Lindo teu trabalho por aqui!
Bjs no coração,
Lecy'ns

Memórias do meu £u disse...

Que lindo e criativo poema amigo Valente! Vim prestigiar seu cantinho e agradecer pela visita lá em meu blog, Amei teu email! Obrigada pelas saudosas palavras, com fé em Deus esta aproximação virtual será de bons 'frutos'! fica em paz! Bjin da amiga Aline Santos

Memórias do meu £u disse...

Que lindo e criativo poema amigo Valente! Vim prestigiar seu cantinho e agradecer pela visita lá em meu blog, Amei teu email! Obrigada pelas saudosas palavras, com fé em Deus esta aproximação virtual será de bons 'frutos'! fica em paz! Bjin da amiga Aline Santos

Célia Cristina disse...

Lindo, adorei seu poema! Se me autorizar, vou publicar no meu blog, com os devidos créditos, é claro.